Buscar
  • Mayra Motta Advogados

A TELEINTERCONSULTA ENTRE MÉDICOS: UM NOVO MODELO DE NEGÓCIO PARA A ÁREA DA SAÚDE

A Teleinterconsulta é a utilização da medicina no modelo B2B, ou seja, pode ser utilizada exclusivamente para a troca de informações e opiniões entre médicos, para auxílio diagnóstico ou terapêutico (CFM n. 1756/2020).

A tendência mundial do atendimento à distância na Era do e-Health deverá ser incentivada não só em relação ao médico e paciente, mas também entre os próprios médicos, onde a troca de informações e conhecimentos especializados entre os profissionais, certamente será uma grande inovação para a melhoria da qualidade no atendimento ao paciente.

A prática da Teleinterconsulta não é novidade no Brasil. Em hospitais de grande renome que possuem em suas equipes médicas profissionais de altíssima qualificação acadêmica e reconhecimento em suas respectivas áreas de atuações, já vem sendo praticada, em escala nacional, no suporte técnico aos hospitais de médio ou pequeno porte que não possuem corpo técnico em todas as especialidades, e encontram-se fora das Capitais, em locais mais longínquos.

Daqui em diante, o Pós-Pandemia impactará os profissionais da saúde em geral, os quais terão que reinventar seus modelos de negócios, não só afim de aprimorar o atendimento ao paciente, mas também utilizar as ferramentas da tecnologia para escalar seus próprios consultórios e clínicas no modelo B2B.

Na Odontologia, por exemplo, a pratica da Teleinterconsulta será de grande valor econômico para os Profissionais, onde dentistas especializados poderão trocar informações e opiniões com colegas à distancia, no auxílio diagnóstico e terapêutico ao paciente.

Enfim, a tendência da Tecnologia da Informação (TI) na área da saúde é caminho sem volta, seja no atendimento a distância ao paciente, seja no desenvolvimento de metodologias no diagnóstico clínico, bem como na educação, e no suporte ao diagnóstico entre os profissionais.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mulheres Inovadoras 2021 – Fase de Aceleração

O Programa Mulheres Inovadoras é uma iniciativa da Finep e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) para estimular startups lideradas por mulheres, de forma a contribuir para o aumento